Rio 2016?

Rio 2016 - Selo Balas Ontem fomos ver o show do Lulu Santos na praia de Copacabana. As pessoas de modo geral estavam empolgadas, torcendo pela vitória carioca pensei: “Cariocas são muito bobos. Quantas dessas pessoas assistiriam ao vivo os jogos Olímpicos de tão caro os ingressos?” Em certo momento a multidão cantava “Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor” Mas só são brasileiros nessas horas. Na hora de pensar em se organizar para resolver os problemas do País, pouquíssimos se “coçam”. Quantos ali se mobilizaram num protesto contra o Sarney e os escândalos no Senado?
Quantos se preocuparam com a questão dos professores da rede estadual, ridicularizados não só com uma proposta de aumento de R$415,00 parcelada em 6 anos mas também com a redução de sua gratificação por tempo de serviço reduzida de 12% para 7,5% (quase à metade)? Quantos se preocupam com nossos jovens mantidos em um sistema educacional entregue à alienação? Quantos se preocupam com o número cada vez maior de cidadãos dependentes do Bolsa Família?

Os que defendem a vitória do Rio se utilizam do argumento de que as Olimpíadas trarão bons investimentos para os cariocas. Então, de acordo com tal ótica, precisaremos constantemente de grandiosos eventos na cidade na medida em que as melhorias necessárias só serão postas em prática visando sua organização. Nossos governantes tem a obrigação de solucionar os problemas do território carioca com o intuito maior de melhorar a qualidade de vida de seu povo e não por causa de uma Olimpíada.

Aliás, alguém reparou quantas pessoas representando a candidatura do Rio estavam em Copenhagen? Sinceramente, não contei, porém percebi que além dos Três Patetas estavam também muitos outros, dentre eles: João Havelange e Pelé, o atleta do século que se recusou a reconhecer a paternidade de sua filha, mesmo diante do resultado positivo do DNA (alguém se lembra disso?). E todo esse pessoal foi até lá as custas de quem? As custas de você, cidadão! As custas do dinheiro público! Imaginem o quanto foi gasto? Tranporte aéreo, hospedagens 5 estrelas… E o quanto ainda será? Construções superfaturadas, licitações armadas… Enquanto isso, nossos hospitais depredados, com médicos ganhando R$1500 mensais. Recentemente, o governador Cabral alegou não ter dinheiro suficiente para elevar o salário dos profissionais da educação (atuais R$607,25), mas existe verba para bancar todas essas obras.

Ainda falando nos investimentos, quanto custou aquele vídeo oficial da campanha do Rio? Dirigido pelo Fernando Meirelles, bonito, bem produzido. Agora é bem interessante analizar: o que ele mostra? Copacabana, Arpoador, Lagoa, o bondinho de Santa Tereza ( que anda sofrendo a ameaça da privatização), os arcos da Lapa, o Teatro Municipal.

Resumindo: tudo o que o Rio tem de bonito na visão da elite. Onde serão realizados os jogos? Copacabana, Barra, Lagoa, Engenhão e Deodoro (essas duas últimas, só para não dizer que o subúrbio não participou). Aliás, as obras feitas para o Pan de 2007 em Deodoro estão lá, paradas, inutilizadas. Tanto gasto para depois ficarem abandonadas! Os grandes investimentos serão concentrados no eixo Centro, Barra e Zona Sul. Cetamente, será a parcela nobre da população carioca que chegará a usufruí-los. Nossos bairros carentes das Zonas Norte e Oeste, onde vivem a maior parte da população da cidade, permanecerão marginalizadas. Coitadas, nem no vídeo do Meirelles apareceram! E para os colegas da Zona Sul e Barra que porventura imaginam a Zona Oeste como um lugar feio, carente, sem recursos, vai aí uma boa dica: façam um passeio num sábado de sol para a restinga da Barra de Guaratiba ( a praia é linda demais e também é limpa!), Pedra e Ilha de Guaratiba, Sepetiba (um bairro de natureza muito bonita, pena que tão maltratada pelos descasos ambientais).

Concluindo: investimentos virão, tomara! (Não vamos ser pessismistas!) Mas eles se limitarão aos bairros de classe alta e média alta da sociedade carioca. Já os lugares onde o turista não vai continuarão a conviver com a carência de transportes, de infraestrutura e de hospitais, com a violência e com a pobreza (financeira, não a de espírito!). Permaneceremos, cariocas, numa cidade partida!

Ludmila Costa, com a colaboração de Gerivaldo Oliveira

Anúncios

10 Respostas para “Rio 2016?

  1. É, eu acho que às vezes esses eventos parecem mais um teatro para esconder ou ludibriar o povo das coisas que importam.

    Mas quem sabe esse não é um futuro justo para o nosso país: viver de sede de eventos para o mundo. Assim, viveremos no sonho brasileiro, morar num salão de festas.

  2. Gerivaldo Oliveira

    Ah! Genial esse comentário!!! Viva! Eu aqui estudando pra “cascalho” e o Show rolando na praia! às vezes acho que sou eu o errado.

    Abraços,

    Gerivaldo Oliveira

  3. Gerivaldo Oliveira

    O Patriota acha um desperdício de dinheiro público as Olimpíadas e a Copa. Ele às vezes calcula quais seriam os resultados se todo esse valor fosse investido em educação e saúde. O Patriota quer parar de viver em um país de sonhos e promessas. Ele quer um país de resultados.

  4. Bom, escrevi um texto sobre isso no meu blog.
    Concordo em parte com o q você escreveu.
    Os investimentos virão, mas quanto o aspecto das falcatruas e tal, acredito que não serão tão intensas, pois há o aspecto de ser um grande evento mundial, todo mundo de olho, e ninguem vai querer ficar marcado. Certos investimentos que virão, afetarão a cidade como um todo, e não só zona sul e barra.Concordo que boa parte da população não terá condições de assistir nos estadios as olimpiadas e a copa do mundo. Sou defensor dos jogos e da copa, mas para pegar esse patriotismo todo que aflorou e focar na nossa melhoria como cidadão, fiscalizando o investimento e protestando o mau uso do dinheiro. Antes de reclamar dos investimentos, quantos de nós acessamos o site da transparencia e vimos como foi gasto o dinheiro publico?
    Poucos, com certeza.
    Gostaria de falar mais coisas, mas esse espaço pequeno pra comentar e o sono me fizeram perder o raciocinio.
    É um assunto discutível, sem dúvida, mas acho q o momento é de apoiar e não de criticar.

  5. Angelo Pereira

    Parabéns!! texto muito bem redigido. E realista, não pessimista. O povo é muito ingênuo, infelizmente. E não se conta das mazelas da nossa sociedade. Agora é esperar para vermos o seguinte:
    2014 – copa do mundo
    2015 – ponto facultativo
    2016 – olim piadas

  6. Bem, se tivessem políticos preocupados em não ficarem marcados, nosso país não seria tão violentado com tantos abusos…
    Uma curiosidade: quem garante que os dados apresentados no site da transparência são 100% verdadeiros, que não são maquiados?
    Qt aos investimentos, ainda não consegui saber pelos meios de comunicação o que está sendo planejado para aqueles bairros de menor IDH do Rio de Janeiro: Irajá, Acari, Fazenda Botafogo, Coelho Neto, Guadalupe, Realengo, Bangu, Vila Kenedy, Santíssimo, Campo Grande, Santa Cruz, Pedra de Guaratiba, Guaratiba, Sepetiba… Não pensem que é deboche da minha parte, se alguém souber, por favor me fale, que aí, reformarei o meu discurso.

  7. Adorei o post!! E adorei o comentário do Nando!!

    É isso aí, brasileiro só quer saber de festa…. Vê se alguém quer fazer essa mobilização para dar jeito em problemas?

  8. Viva temos as olimpiadas, … pera ai … em que lugar ficamos na ultima olimpiada mesmo? Quais foram os brasileiros que ganharam medalha mesmo? …. ixi não lembro!

    Pois é agora alem da copa temos a olimpiada, poderia ser muito bom se não soubessemos como as coisas vão funcionar.

    Primeiro lugar que se o Pan custou quase o triplo do que deveria ter custado imagina a olimpiada! Segundo So ganhamos pq nunca houve olimpiada aqui na America do Sul, snceramente perder pra Chicago e Tokyo me engana que eu gosto! Terceiro vamos ficar parecendo aqueles paises em guerra civil com o exercito todo nas ruas, muito feio como se ninguem notasse! e por ultimo Adeus Autodromo Jose Carlos Pace!

    Resumindo é um enorme abacaxi que arrumaram pro Brasil segurar!

  9. Achei interessante o post uma vez que ainda havia visto as coisas por esse ângulo… Em uma pesquisa que recentemente realizei, vi que o COI (Comitê Olímpico Internacional) analisou nas cidades candidatas itens como infra estrutura, hotelaria, transporte e … SEGURANÇA…
    pergunto – me como o Rio ganhou esta eleição, talvez a nova concepção de segurança seja sair do aeroporto já na mira de uma 38 ou passear sobre a mira de uma M16… não sei, mas também não apóio o evento.

  10. Pingback: Retrospectiva 2009 « Botequim Virtual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s