Google+: Muito +Você…

Pois é galerinha. Desde que a internet é ficou mais acessível às massas (de pessoas e não de pizzas), redes sociais vem surgindo e decaindo. Desde os primórdios, em que a comunicação on-line era baseada apenas em bate-papos e salas de IRC (se você não sabe o que é isso, provavelmente não usou a internet no seu início ou tá bem novinho ainda), e claro, na sua capacidade de acreditar em alguém cujo o nick fosse Gatinho_Manho$o_rj, até os dias de hoje, tivemos um crescimento na demanda por redes sociais.

O objetivo destas redes: reunir pessoas para conhecer mais pessoas baseados nos seus gostos, preferências e afinidades. Claro que muitos já eram amigos na vida real, mas sempre tem um ou outro que a gente só conhece on-line. Enfim, como o ser humano sempre buscou contato e troca de ideias, as redes sociais foram aquela “sacada” que faltava para atrair e viciar as pessoas na internet. Afinal, não existe nada mais legal do que fuxicar a vida do outro.

Mas nem só de glórias vivem as redes sociais. Muitas surgiram e muitas desapareceram, mas algumas entraram pra história. Eu eu aposto que a próxima rede social da moda é o Google+. Parece-me que este se tornará o substituto do antiquíssimo Orkut.

Atualmente, vivemos um momento Facebookiano. Tudo agora é o FB. Afinal, no FB, além de adicionar os seus amigos, você ainda pode ser um mafioso, ter a sua fazenda e ainda ser dono do seu próprio restaurante. Isso realmente atraiu as massas para ele. E creio que este momento seja o auge do FB pois, ao mesmo tempo que Mark Zuckerberg conquista mais usuários ao redor do globo, há uma “orkutização” do FB por assim dizer. Quer dizer, vemos com mais frequência exatamente aquilo que estávamos fugindo quando nos cadastramos no FB: correntes, pessoas mandando comentários toscos, e mais um monte de outras coisas que atrapalham a comunicação com nossos amigos.

Quer dizer, assim fica difícil. Não dá pra saber exatamente o que os seus amigos estão querendo dizer pois há muito ruído na comunicação. Ainda mais com essa nova interface que é mais pesada e mostra em tempo real o espirro dos seus amigos. E a aceitação dessa nova atualização não foi boa, pelo menos pra mim. E claro, já existem outros posts que criticam as novas políticas de “privacidade” do FB e seus parceiros (Não curti: Porque a integracao do Facebook é na verdade antissocial).

E é com base nessa queda do FB que acredito que o Google+ será a nova rede social. De início, ela é bem mais leve e relembra uma interface do FB quando ele era legal. Simples e fácil de usar, o G+ se baseia em círculos de amizade. Logo, ao invés do tradicionais grupos, ou listas, de amigos, no G+ você separa os amigos por círculo. Uma revisão do antigo termo “círculo de amizades”, agora mais internético.

Uma coisa bem interessante do G+ é que as pessoas podem te adicionar ao círculo delas, mas não necessariamente você precisa aceitar. O G+ avisa, mas se a pessoa não estiver em algum dos seus círculos, ela só conseguirá ver aquilo que fot postagem pública. Além do mais, você não será incomodado por postagens desnecessárias. A ideia, pelo que me parece, é que você escolhe, não pessoas para seguir, mas pessoas que você gostaria de compartilhar suas atualizações. Se a pessoa quiser, como na amizade, vocês compartilham atualizações um com o outro.

Um aspecto interessante é que ele retoma aquela ideia do Google de ser convidado para fazer parte. Assim como o Google Wave, Orkut e Gmail, o G+ tem aqueles velhos convites para os seus amigos fazerem parte dos seus círculos. Até aquela velha pergunta “O que você está procurando?” do Orkut é retomada (amigos, namoro, relacionamento, networking).

E assim como já foi comentado neste Botequim sobre o Twitter (A Twitada do Século), o Google+ vai fazer história. E com alguma sorte, voltaremos a ter uma rede social “limpa” por algum tempo. Mas como hoje em dia, essa internet não perdoa, sabe-se lá quanto tempo pode durar essa rede desorkutizada.

Enquanto isso Adamastor, para de ficar atualizando o FB e traga o melhor método de conversar e conhecer novas pessoas: uma geladíssima garrafa de cerva!

Beijos&Abraços, Nando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s