A Lei Escoteira – Um código além da honra

Fala Adamastor! Como tá aquela força! Não, eu não quero moralizar os leitores ou este amado estabelecimento. Na realidade, só estou falando desse assunto pois me dei conta de que justamente o que os quatro delinquentes que puxam papo neste boteco (além da maior parte dos donos de comentários) têm em comum é o Movimento Escoteiro. Afinal, nos conhecemos lá, no mesmo Grupo Escoteiro, em Copacabana…

Mas não vim falar da minha vida como escoteiro, e sim deste código de ética universal que é a Lei Escoteira. Muita gente se confunde e acha que todo escoteiro é um corderinho adestrado. Coitadinhos! Se soubessem que escoteiro é igual a todo mundo (e até tem uns piores, mas melhor não entrar na discussão), ficariam sem piadinhas toscas. Pois bem, hoje eu quero é discutir um pouco a Lei Escoteira.

Pra quem não sabe, o Movimento Escoteiro tem várias características, mas a principal e (creio eu) exclusiva dela é o seu código de valores, transcrito de forma prática na Lei Escoteira. A Lei possue dez artigos que ditam o que o escoteiro é. Note que a Lei não diz o que o escoteiro não é, dessa forma, o escoteiro pode ser várias além dessas dez que ele deve trabalhar. Assim, milhões de pessoas ao redor do mundo foram e são escoteiros: não há uma restrição explícita de quem pode. Apenas quem não segue nada daquilo (ou tenta seguir) não é. Simples, uma exclusão pelo próprio indivíduo.

Pois bem, a minha ideia é pegar cada artigo e discutir um pouco sobre ele. Pegar e ver a sua aplicabilidade, já que Baden-Powell, fundador do Movimento Escoteiro, idealizou a Lei no início do Século XX. E hoje em dia: será que ainda dá pra seguir literalmente o que a Lei fala?

1º Artigo – O Escoteiro tem uma só palavra; Sua honra vale mais que a própria vida – Logo de cara, a Lei começa pela base de tudo: a verdade! O Escoteiro sempre fala a verdade. Nunca é duas caras ou muda o argumento somente para agradar. Quando falamos algo, devemos agir de acordo (“say what you mean and mean what you say”). A honra entra como um plus: devemos sempre prezar por sermos dignos de confiança.

2º Artigo – O Escoteiro é leal – A visão do fundador é que devemos ser leais à Pátria, à Deus e ao próximo. Em minha opinião, devemos ser leais aos nossos ideais, sempre buscando o desenvolvimento da sociedade como um todo. Devemos também lealdade àqueles ao nosso redor, não mentindo para as pessoas ou traíndo a confiança. Um excelente complemento ao primeiro artigo!

3º Artigo – O Escoteiro está Sempre Alerta para ajudar ao próximo e pratica diariamente uma boa ação – Em linhas gerais, o Escoteiro deve estar atento para o que acontece ao seu redor e auxiliar o próximo da melhor forma que puder. Se gentileza gera gentileza, quem pratica uma Boa Ação gera outras Boas Ações (afinal, liderança pelo exemplo!). Ainda mais em um mundo conectado, em que informações sobre as pessoas são fáceis de chegar, existe uma enorme oportunidade para praticar o bem e ajudar a todos!

4º Artigo – O Escoteiro é amigo de todos e irmão dos demais Escoteiros – Isto não quer dizer que você precisa “ser amigo” da sua ex. Mas significa que você vai tratar, até mesmos as pessoas que menos merecem, de uma forma digna. Ajudar, na medida do possível (afinal, ninguém é perfeito). Mesmo que as pessoas não sejam agradáveis, não significa que seremos desagradáveis com elas. Muito pelo contrário! E no final deste artigo, a ideia é criar um ambiente fraternal entre os Escoteiros, facilitando o convívio mesmo entre povos distantes e hostis.

5º Artigo – O Escoteiro é cortês – Complementando o quarto artigo, o Escoteiro é sempre cortês. Mesmo que as pessoas não mereçam, o Escoteiro trata as pessoas de forma polida e adequada, sempre prezando pelo respeito ao próximo (e a si mesmo também!). Não quer dizer que o Escoteiro necessita se humilhar, mas sim que deve agir com respeito.

6º Artigo – O Escoteiro é bom para os animais e as plantas – Não quer dizer que você está proibido de matar baratas, comer carne de vaca ou arrancar a árvore que te incomoda do seu quintal. Quer dizer que não vai deixar de respeitar os animais, principalmente os que vivem soltos na natureza, e cuidar do meio ambiente. Apesar de não estar escrito, significa também não jogar lixo nas ruas e se preocupar com a conservação do planeta. Mas pode matar o mosquito que te incomoda sim!

7º Artigo – O Escoteiro é obediente e disciplinado – Hum, vamos passar direto por esse? Hehehehe… Originalmente, o Escoteiro deveria obedecer sem pensar nas ordens dos pais, do chefe, etc. Hoje em dia, à luz de muito amadurecimento (hahahaha!), eu vejo que devemos ser obedientes, mas sem obediência cega. Não significa que não podemos questionar, mas sim que mesmo não concordando, devemos obedecer, dentro de cada situação. E a disciplina, que muitos confundem com obediênca, na realidade pra mim é que devemos saber ficar na linha. Não podemos ser impulsivos ou ansiosos (esse eu já aprendi, depois de muita mancada!).

8º Artigo – O Escoteiro é alegre e sorri nas dificuldades – Isto quer dizer que o Escoteiro é otimista. Não significa que você vai receber a pior notícia do mundo e agir como se tudo estivesse ótimo, mas sim que devemos entender o que aconteceu e pensar de forma positiva. Em outras palavras, o Escoteiro não tem atitude de derrotado.

9º Artigo – O Escoteiro é econômico e respeita o bem alheio – Simples e fácil de entender: o escoteiro não desperdiça, de tempo a dinheiro, passando pelo meio ambiente, nada. Ele não esbanja e joga pela janela. Também significa que vai comprar algo mais caro, mas de qualidade, pra durar. E além do mais, também incentiva a tratar as coisas dos outros como se fossem nossas (isto é, se você cuidar direto daquilo q for seu… hehehehe).

10º Artigo – O Escoteiro é limpo de corpo e alma – Higiene! Devemos sempre nos apresentar de forma limpa e adequada. Não significa tomar banhos a cada 2 horas, mas é para ter consciência de se preocupar com a higiene. Quando se fala em alma, quer dizer que os nossos pensamentos também devem ser limpos (e não puros, como muitos afirmam). Nosso pensamentos devem ser isentos de traições ou com segundas intenções, não tão nobres.

Claro, cabe lembrar que esta é única e exclusivamente a minha opinião, não refletindo a opinião da associação ou do meu grupo escoteiro (exatamente como qualquer outro post meu).

Se você quiser conhecer mais sobre o Movimento Escoteiro no Brasil, entre no site Escoteiros do Brasil e veja mais informações. E se você não concorda com o que eu disse, Escoteiro ou não, pode usar o espaço super-democrático abaixo (também conhecido como comentários).

Bom, Adamastor! Já viu que agora até os funcionários tem que seguir a Lei, ok? Ah, você segue a Lei dos Barmans? Tá valendo então! Traz um coca-cola que amanhã é segunda…

Beijos&Abraços, Nando.

Anúncios

2 Respostas para “A Lei Escoteira – Um código além da honra

  1. Primeiramente,
    Parabéns pelo ótimo texto.
    E em segundo lugar, levando em conta toda a reflexão realizada. Acho que para o projeto de Sociedade que sonho ver realizado, posso dizer que são mais importantes o 3º e 9º artigos, obviamente, não negando a importância dos demais.

    Digo isto, pelo fato de que estes dois artigos são os que mais atacam o que acho mais problemático na sociedade: O binômio, Individualismo-Alienação.
    Estar sempre alerta para realizar uma boa ação requer que estejamos atentos para a coletividade, fato que está em extinção em nossos dias.
    Respeitar o bem alheio me faz pensar em dinheiro público e recursos naturais. QUE SÃO NOSSOS… E a união de todos deveria existir para que garantíssemos isso. Neste momento, penso que posso estar falando do 4º artigo também.

    Bem, a Lei Escoteira é um código bem completo. Acho até que o grande problema é adotá-la com a maior eficácia possível no Cotidiano…

    Abraços,

    Gege

  2. Grande Gegê!
    Você está corretíssimo… A Lei Escoteira é bem completa sim… Isto quando não a entendemos literalmente, por exemplo, o Escoteiro é leal… E a primeira coisa que a pessoa faz é tentar furar a fila ou ainda mesmo se vangloriar quando recebe troco a mais…

    Infelizmente, devo concordar com você quando diz que o grande problema é adotar a Lei Escoteira como conduta… Conheço pessoas que se dizem escoteiras, no entanto, são incapazes de tratar todos na sociedade como amigos… Na realidade, já vi pessoas que são incapazes de serem cortês justamente com um estranho ou com um desafeto… Porque é muito fácil ser cortês com o seu amigo ou o amor da sua vida… Mas vai tentar ter cortesia com quem não merece… Só sendo Escoteiro de Coração…

    Já vi pessoas que preferem te ignorar a simplesmente e se esquivar a simplesmente te encarar cara a cara e ver a realidade… Enfim, pessoas que dizer ser escoteiros… No entanto, estas pessoas deviam cumprir a sua Promessa e fazer o “Melhor Possível”… Até porque, a promessa foi feita consigo mesmo… O grande lance quando alguém promete a si mesmo fazer algo e não cumpre, é que o único perdedor é ele mesmo…

    Sempre Alerta Para Servir o Melhor Possível!

    Beijos&Abraços, Nando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s