A abusividade do Estado e a passividade mórbida dos brasileiros…

Até quando a população vai ficar passiva?

Quem aqui nunca reclamou do Brasil? Nunca falou mal desse nosso país, querido e idolatrado (sério?), salve, salve? Aquele que nunca falou nada, nadica de nada, pode parar de ler. Ou nós não moramos no mesmo Brasil (deve ter uma cidade chamada Brasil nos confins de Luxemburgo, em que a realidade seja perfeita), ou você está mentindo.

Sabemos, desde criança, que a nossa terrinha não é lá tão bacana assim. Temos praias, beleza natural, uma das 7 novas maravilhas do mundo (ou seria 7 maravilhas do novo mundo?), mas mesmo assim, somos doutrinados por nossos pais, amigos e professores a pensar deste jeito: que a nossa terra não é igual a lá fora. Será que isso tá certo mesmo? Não tem efeitos negativos?

Claro que tem! Como um pensamento deste não poderia ter um efeito negativo gigantesco que leva a nossa própria sociedade para o buraco? Se você está pensando que gera um pensamento permanente de desgosto pelo Brasil, digo que você só está parcialmente correto. Sim, eu disse parcialmente! Afinal, se esse pensamento fosse reformulado para algo como “o Brasil não está bom o suficiente para os meus filhos“, ok. Daria pra motivar o trabalho.

No entanto, o pensamento atual de “o Brasil é um estrume fedido do cavalo do bandido“, gera um vazio no pensamento de jovens e adultos. Ao invés de instigar ao trabalho, instiga ao jeitinho brasileiro e a passividade mórbida, problema alarmante para o futuro de qualquer nação. Esse pensamento gera uma certa conformação tipo “o Brasil sempre foi assim. Você acha que VOCÊ vai conseguir mudar???” e acaba por criar uma nação de passivos.

“Passivo? Eu não sou passivo!” você deve estar clamando. Claro, você participou todas as fotos contra corrupção, privação de liberdade, miséria e demais temas, né? E tudo do conforto do seu lar, né, via Facebook? Me desculpe, mas mudar a foto do perfil para a máscara de Guy Fawkes (e não do cara de “V de Vingança”) não te torna menos passivo. O máximo que você conseguiu foram uns “Likes” e “Comentários”, sem falar que poluiu a “Timeline” de todos. Realmente isso é o máximo! O máximo que hipócritas conseguem chegar sem esforço e sem conquistas reais.

O pior foi ver o reboliço que o fechamento do site MegaUpload trouxe ao Brasil. Ver que as pessoas se importavam mais com baixar filmes e séries de formas ilegais é o máximo… da hipocrisia! Eu sei que SOPA pode se tornar um cavalo de tróia e censurar a liberdade na internet. Mas será que a briga pela internet deve ser via internet? O mundo virtual ainda é mantido pelo mundo real. Não dá pra separar a virtualidade da realidade, e achar que fazendo protestos on-line são a solução. Somente serão a solução se, e somente se, as mesmas opiniões emitidas on-line forem defendidas a unhas e dentes no mundo real. Afinal, a internet é ferramenta, meio de comunicação. Mas a briga real é no mundo lá fora. Senão, o máximo que está sendo feito é pelo divertimento dos poderosos.

Quer mudar o mundo? Seja parte da mudança! Repreenda os seus amigos que estacionam de forma irregular, pagam propina na blitz, bebem e dirigem, baixam e compram conteúdo ilegal, aceitam trocar os valores morais por mais algumas moedas. Imagens como as vistas em Buenos Aires, onde os funcionários abriram as roletas para o público devido ao aumento abusivo das passagens, dificilmente serão vistas por aqui, já que o Estado sabe que tem gente faria o trabalho dos cobradores do metrô pela metade do salário. E a população cobra atitude, mas tem medo de colocar o seu na reta. Decadente!

Enfim, para mudar esse Brasil, só existe uma forma: mãos à obra! Fazer diferente? Isso é dever de casa que se começa em casa. Senão, estaremos sendo tão hipócritas quanto àqueles que criticamos.

Ufa! Adamastor, aproveita a ira e traz uma rodada de whisky pros que querem mudar o mundo. O resto, despacha pra casa que ainda tem muito que mudar.

Beijos&Abraços, Nando.

Anúncios

Uma resposta para “A abusividade do Estado e a passividade mórbida dos brasileiros…

  1. Um verdadeiro soco no estômago. Real e verdadeiro. Um texto que deveria ser lido todos os dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s