Estrutura Familiar

estrutura familiar

Família. Ah, família! Aquele monte de gente que não escolhemos, mas de alguma forma participam de nossa vida (para o bem ou para o mal). Enfim, família perfeita mesmo, só aquela do comercial da margarina. Até agora, já vi que família é um problema de cada um, não dá pra sair discutindo ou afirmando isso ou aquilo outro.

Mas mesmo assim, a família é algo que cada vez está sendo desestruturada nesta era da informação digital. O que eu vejo é que cada vez menos existem famílias, como aquelas de antigamente, bem estruturadas e certinhas. Afinal, o que está acontencendo com estas famílias?

Falar que o berço familiar está sendo corrompido pelo mundo moderno é pouco. Creio que cada vez mais, os pais não estão preparando os seus filhos para que eles constituam o seu próprio núcleo familiar. Não se veem mais pais ensinando aos filhos como se deve fazer isto ou aquilo. Pelo contrário, os pais decidem não se opor a vontade dos filhos de simplesmente “curtir a vida”. Como já enfrentam muitos problemas no trabalho, não querem outros problemas quando chegar em casa.

Só que culpar o trabalho não adianta. Não faz muito tempo, lá na época da revolução industrial, os trabalhadores tinham uma jornada de 16 horas de trabalho. E com isso, houve um período de grande declínio na estrtura familiar, aumentando a pobreza, o crime e os viciados. E agora, mesmo com todas as leis e facilidades que os meios de comunicação oferecem (estamos na era digital!), os pais decidem que também devem “curtir a vida”.

E a família do século XXI se mostra cada vez mais complicada. Por isso temos mais adultos indisciplinados, infantilizados. Parece que todos querem “mostrar ser aquilo que não são, para pessoas que nem ligam”, enquanto a família vai ficando para um segundo, terceiro e quarto plano. Aí, não precisa ser muito inteligente pra perceber que aos poucos os jovens ficam sem orientação. E as próximas famílias são pequenas aberrações destas.

Por isso, aumenta o número de divórcios, filhos abandonados e etc. Ninguém mais “perde tempo” ensinando aos jovens que ter família é difícil, dá trabalho e é necessário muita responsabilidade. E que todo o tempo empenhado ajudará para que quando venham as piores decisões, nós tenhamos pessoas para nos ajudar.

Adamastor, pega uma garrafa de vinho e um queijinho porque hoje a noite foi da família. Sim, você também é família!

Beijos&Abraços, Nando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s