Considerações de aniversário – 8ª edição

lua

Foto da lua vista pelo meu antigo apê.

E mais um ano se passou, rápido, sorrateiro e, sem que percebesse, não consigo voltar ao ritmo de escrever para o Botequim Virtual. Não por falta de assunto e sim por falta de tempo para administrar, pensar e escrever aquilo que a vida me reserva. Triste, porém real. E cá estou eu, nos primeiros minutos do décimo segundo dia do segundo mês do ano, escrevendo as tradicionais considerações para o aniversário.

“Mas, Nando, isto significa que o seu ano foi ruim?”, você me pergunta. É claro que não! Porém, constato com o meu cansaço diário que o tempo está cada vez mais raro na minha vida. E como diz as regras da economia, quanto mais raro um recurso, mais precioso ele se torna. Logo, aprendi, de forma abrupta, a priorizar, reorganizar e, mais importante, não desperdiçar o tempo.

Apesar da tristeza que venho carregando na alma esta semana, o ano que passou foi cheio de novidades. A primeira que passa pela minha cabeça, foi o fato de ter aprendido a fotografar com câmeras semiprofissionais usando o modo manual. Ufa! E na realidade, o melhor foi que a minha belíssima professora, meu amor e minha pandinha (te amo, Má!) decidiu me ensinar direto no modo hard. Foi excelente! Aprender direto no modo manual te dá mais liberdade para experimentar, tentar e brincar com fotos. Com isso, pude fazer um curso on-line de fotografia. Não sou um fotógrafo profissional, mas já tenho mais confianças nos meus cliques!

A segunda foi ter conquistado mais dois territórios no meu mapa de War. Visitei a Colômbia e a Costa Rica com a Má, dois países lindos e com uma rica cultura com a melhor companheira de viagem. Como não amar? O melhor foi ter tido a oportunidade de me virar no meu espanhol (que às vezes vira portunhol, mas é um graça :-P). Foram quase 20 dias de dias ótimos e inesquecíveis. Brigamos, fizemos as pazes, perdemos o voo, aprendi a fotografar, mudamos de hotel no meio da viagem, usamos transporte público, usamos muuuuuuito uber.

Outra novidade foi a de decidir retornar a faculdade e fazer um mestrado. Fiz uma matéria, acho que consigo levar em conjunto com o trabalho e vou iniciar semana que vem as aulas. O trabalho acaba te emburrecendo com o passar do tempo, e o plano de um dia dar aula na faculdade permanece.

Ah, não posso esquecer da viagem top que fiz com a Mamãe para os EUA. Fomos para o Houston e Las Vegas. Teve também a Conferência Escoteira Interamericana, mas, diferentemente das conferências anteriores, achei a organização da delegação da UEB péssima! Na verdade, nem acredito que houve qualquer espírito de unidade, ou interesse em que houvesse qualquer participação de pessoas de fora da panelinha dominante. Mostraram que os próximos três anos da UEB serão um retrocesso, em termos de participação de todos e politicagem.

Por fim, este ano já começou com uma mudança de casa. Eu e a Má agora moramos num apê um pouco maior que o anterior. Dá até pra assistir tevê sem acordar o meu amor.

Bom, vida que segue! Vamos que vamos, ponto e parágrafo.

Adamastor, traz mais uma cerva que a minha já secou.

Beijos&Abraços, Nando.

Anúncios

Uma resposta para “Considerações de aniversário – 8ª edição

  1. Compartilho contigo a sensação em relação ao tempo, Nando. Uma das coisas que trm me incomodado é chegar no final do dia e constatar a quantidade de tempo perdido com bobagens. Precisamos produzir mais e gastar tempo com coisas que nos tragam resultado e alegria. Valeu por voltar a escrever. Abs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s