Arquivo do autor:Felipe Augusto

Eu amo o que faço. Decidi continuar.


Decisões.

Decidi que não quero o que tenho. Isso foi com certeza a coisa mais burra que já fiz. Deixa estar que daqui alguns meses virá a ser a coisa mais inteligente.

Se é pela felicidade que todos lutamos. E se existem mil exemplos de pessoas que surtaram e decidiram mudar completamente de rumo as suas vidas e hoje se sentem felizes. Eu deveria fazer o mesmo?

MAS,,,,,,,, e se não der certo, e se não for o que eu realmente quero. Sobre o que mesmo eu estava falando?

Bom… desculpa Baixinho (o garçom)… mas eu não to conseguindo falar direito… sabe como é… muita coisa na cabeça… a faculdade cada vez mais chata… Trabalhando bastante…

Todos temos dúvidas, sobre muitas coisas. Por exemplo, o sentido da vida. Se Deus existe ou não? Ao que se deve dar mais valor: família, trabalho ou vida social?

Mas hoje eu não quero falar sobre dúvidas. Até por que eu ADORO meu trabalho e AMO eletrônica (faculdade que faço).

Eu quero falar sobre VIDA. Continuar lendo

Anúncios

Recado para as mulheres!!


Me mandaram esse texto por e-mail e achei DUCA!

Não conheço a doutora e é possivel que ela nem exista!

A VANTAGEM DE  NAMORAR UM BARRIGUDINHO!!!

(CARLA MOURA PSICÓLOGA, ESPECIALISTA EM SEXOLOGIA)

Tenho um conselho valioso para dar aqui: se você acabou de conhecer um rapaz, tente disfarçadamente descobrir como é sua barriga.

Se for musculosa, torneada, estilo `tanquinho´, fuja! Comece a correr agora e só pare quando estiver a uma distância segura. É fria, vai por mim.

Continuar lendo

Como saber se uma nova paixão é amor verdadeiro?


Caros parceiros de copo,

se vocês estão apaixonados, como eu, e estão muito bêbados, como eu, a ponto de não estarem nem ai pra repercussão do que vem daqui pra frente. continuem lendo, se não parem agora. Continuar lendo

Como saber se o whisky é falso!


Bem, hoje vim aqui dar um dica para vocês. Como saber se o whisky é falso, isso é praticamente uma utilidade pública hehe!

1º Passo – Olhe dentro da garrafa, pela parte traseira, atrás do rótulo principal há um numero de série do produto.
2º Passo – Dentro da caixinha individual do Whisky, há um numero de série impresso nela.
3º Passo – Verifique o Selo do IPI se esta intacto, e o mesmo tem que ser envolvido por um lacre de Segurança da DIAGEO. Se não estiver assim, o produto é falso ou contrabandeado.
4º Passo – Verifique se o produto tem dosador, pois pela Legislação Brasileira em vigor, todos os produtos destilados deverão vir com dosador.
5º Passo – Espere descansar o Whisky, pegue uma caneta e dê um leve toque na garrafa com ela, balance o Whisky muitas vezes, e dê novamente um toque com a caneta nele. Se o Barulho do primeiro toque (Agudo) for diferente do segundo (Grave) o Whisky é original, pois o Malte se misturou ao produto.
6º Passo – Balance a garrafa bem, se as bolhas e espumas sumirem rápido, o produto é original.
Não sei se é verdade, mas o Gege me mandou por e-mail e eu publiquei
Abs Felipe Augusto

Terminei meu namoro secreto!


Boa noite parceiros de copo…

Sei que normalmente os papos do botequim falando sobre amor são raros. Mas precisava dividir uma data importante com vocês:

Eu terminei meu namoro mais duradouro faz dois meses.

Continuar lendo

Blank Message – Server error. Better you


Blank Message – Server error. Better you don’t say “What you’re thinking?” now.

Desrespeito aos Turistas!!!


O desrespeito aos visitantes estrangeiros no Rio de Janeiro é caso de polícia.
Estamos com um casal de canadenses que há 7 anos atrás me receberam muito bem no país deles, e agora que vieram nos visitar gostaria de retribuir da mesma forma. Sendo assim, fomos visitar o bondinho do pão de açúcar, mas na hora de compar os ingressos pedi 2 entradas meias, pois eles tem mais de 60 anos, quando a mulher olhou a identidade deles falou que o desconto era só para idosos brasileiros e por serem estrangeiros eles deveriam pagar  o valor inteiro. Questionamos na mesma hora dizendo que isso era um absurdo e que a lei não se aplicava dessa forma, pedimos pra falar com o chefe, e adivinhem… mandaram a gente falar com outro gimba que não sabia de nada e só cumpria a norma da empresa, como era sabado o chefe não estava lá. Continuar lendo